Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


NÃO CHORES
 
Conte-me seus mais íntimos segredos,
Como à própria alma que não enganas;
E o que não sentires coragem de contar,
Conte-me com os olhos, mesmo em chamas.
 
Por que estás tão triste, por que se escondes?
Tudo está tão escuro, perco-me no labirinto;
Conte-me por que teus olhos estão no horizonte,
Dando em silêncio, o sinal de um grito.
 
Mostre-me teus versos interiores,
Mesmo que naufragados no desconhecido;
Por que estás tão longe, vestida sem cores,
Apenas revestida com o pranto dolorido?
 
Conte-me teus mais íntimos desejos,
Como ao coração que tanto amas;
Por que estás sem vida, sem valores?
Mesmo os que restaram na morte, que encontras.
 
Sublime és, misteriosa e incauta flor,
Ainda passarás sobre pedras e espinhos,
Ainda irás sentir o amargo e doce amor,
Ainda verás sob as sombras, o caminho.
 
Trilharás sobre encruzilhadas e destinos;
Para que pressa, se o tempo esmaga as lembranças?
Para que trevas, se ainda há luz e confiança?
Para que medo, se para sempre estarei contigo?
 
Itacoatiara-AM, 10 de outubro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 10/12/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.poetaabraao.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários