Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


OS SENTIDOS
 
Sinto o cheiro de meus versos,
É próprio ao da pétala de flor
Misturado com uma gota de silêncio
E um pedaço da tempestade que evaporou.
 
Sinto o sabor de meus versos,
São doces feito o oceano
E tão profundos quanto as rochas,
Às vezes não passam de engano.
 
Ouço suas vozes, em um sussurro,
Como o vento que sopra à escuridão
E descreve na sinfonia do pranto
O que tanto desmoronou no coração.
 
Os vejo nos sonhos, tão sublimes
Quanto à perfeição das dores,
Melancólicos feito um pássaro solitário,
Tão triste quanto os eternos escultores.
 
Tocam-me à alma como o invisível,
Sinto seus suspiros deslizarem o fingir,
Subitamente, escrevo sem rumo
O que no final se tornará meu existir.
 
Itacoatiara-AM, 18 de outubro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 19/10/2019


Comentários