Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

VERSOS NA VENTANIA
 
Jogue-me na armadilha do sentir,
Mas não esvazie o sublime perfume,
Aquele que me reveste o incauto rir
E desvirgina o que da flor não se resume.
 
A amarga pétala que inflama o ar,
Que sustenta o brilho do abismo,
Toca-me o triste semblante do amar
Como ao rosto do servo empalidecido.
 
Toca-me a pele dos olhos tristes
Como aos do céu refletido nas águas,
Como aos dos mares revestidos no silêncio.
 
Jogue-me na elipse que porventura existe
No esboço da sensível paisagem das lágrimas,
Na gradação dos versos que encontrei no vento.
 
Itacoatiara-AM, 02 de setembro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 15/10/2019


Comentários