Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


CHEGA!
 

Chega de sentir o que não há,
Chorar sem que as lágrimas percebam
Que as flores ainda estão nascendo,
Mesmo que sem respirar.
 
Chega de fingir e se esconder
Dentre a própria horda de ilusão,
E retrair e sorrir, se entregar ao medo,
Mesmo que pareça salvação.
 
Chega de chegar o fim do dia
E o rio declamar sua tempestade,
E o quanto secou, se entregou à angústia,
Mesmo sendo sua inteira metade.
 
Chega de sonhar sem assistir
A própria alma, sedenta, se ocultar.
Chega de tentar e desistir e persistir,
Mesmo perdendo antes de tentar.
 
Chega de oceanos rasos e profundos,
Chega da antítese que precede
Toda empatia por este submundo,
Mesmo que parece amarga prece.
 
Chega de versos metonímicos
Que não refletem a escuridão.
Chega de sonhar com o inesquecível,
E no fim do dia, ser estirado na solidão.
 
Itacoatiara-AM, 11 de setembro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 15/10/2019
Alterado em 15/10/2019


Comentários