Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


DESPEDIDA ATEMPORAL
 
Quero descansar
Nos versos que nem fiz,
Nos amores que inventei
E no único que sobreviveu.
 
Quero descansar
Nos planos inacabados,
Nos passos do desconhecido
Para saber que sou diferente.
 
Quero desenhar cada caminho
E não deixá-lo apagar as origens,
Não deixar secar a fonte
Que complementa o vácuo que sinto.
 
Quero acariciar a manhã
E na sua pele vazia e esbranquiçada
Mostrar o sentido do que nem sei
E as perguntas feitas ao silêncio.
 
E no alto fragor do coração
Quero ver o que já vi,
Interpretar o que era enigma
E realizar o que estara no fim.
 
E no alto esplendor da cicatriz
Quero mostrar o que aprendi,
Mostrar o ego das pedras irracionais
E das angústias, finalmente me despedir,
Como a chuva que se despede das nuvens.
 
Itacoatiara-AM, 18 de janeiro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 13/09/2019


Comentários