Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

VERSOS NA VENTANIA
 
Jogue-me na armadilha do sentir,
Mas não esvazie o sublime perfume,
Aquele que me reveste o incauto rir
E desvirgina o que da flor não se resume.
 
A amarga pétala que inflama o ar,
Que sustenta o brilho do abismo,
Toca-me o triste semblante do amar
Como ao rosto do servo empalidecido.
 
Toca-me a pele dos olhos tristes
Como aos do céu refletido nas águas,
Como aos dos mares revestidos no silêncio.
 
Jogue-me na elipse que porventura existe
No esboço da sensível paisagem das lágrimas,
Na gradação dos versos que encontrei no vento.
 
Itacoatiara-AM, 02 de setembro de 2019.
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 15/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (www.poetaabraao.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários