Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

SAUDADE
A saudade é uma maré
Que transpira a ilusão
E que reluz a luz dos teus olhos
Que traduz a solidão.

Por meio da ventania
Paralisa a mente.
Minha flor está tão longe
E me deixa descontente.

Amanhã no pôr do sol
Junto à saudade estarei,
Afogando-me nos teus lábios
Enaltecendo o mal querer.

Uma bolha se formou
E aguçou o tal sentimento
Que ao avistar-te na mente,
Houveram-se tempestades de tormentos.

Minha majestosa Monalisa,
Com aquele seu olhar intrigante.
Volte correndo nas águas solitárias
E assim, volte a ser a minha amante.

Itacoatiara-AM, fevereiro de 2017.

(Esta foi minha primeira poesia, eu tinha 14 anos na época)
Abraão Marinho
Enviado por Abraão Marinho em 20/08/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários