Poeta Abraão Marinho
Fracassado não é aquele que perdeu uma luta, mas aquele que desistiu da guerra.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Perfil
Abraão Martins Marinho, de codinome Cavalcantti, é um jovem escritor e poeta nascido na cidade de Autazes-AM no ano de 2002, reside na cidade de Itacoatiara-AM desde os 3 meses de vida. O poeta iniciou sua entrada no universo da literatura no ano de 2017, com apenas 14 anos, e atualmente com 17, conta com quase 300 poesias.
     O rapaz também conta com 3 livros (ainda não lançados), são eles: O obscuro da mente de um poeta, Democratização da Imbecilidade e O Nascer de um Poeta; por falta de verba, o autor ainda não lançou nenhum. Nos poemas de Cavalcantti, pode-se perceber a influência nos princípios conservadores e antirrevolucionários, com poesias pautadas desde grandes romances até grandes críticas referentes ao âmbito social e política, tudo isso expondo seu pensamento influenciado pelo conservadorismo.
     O maior sonho do escritor não é apenas ser reconhecido, mas levar sua mensagem às pessoas que são frágeis, às pessoas onde a solidão permeia a essência, às pessoas onde a ilusão é a causa derradeira da pseudofelicidade. Busca sempre escrever, na maioria das vezes, de maneira filosófica, e até explorando bastante o lado psíquico-psicodélico, é autor de uma doutrina ainda em desenvolvimento chamada Suprassentimentalismo, presente indiretamente na sua terceira obra O Nascer de um Poeta.